ibravag

Júlio Kämpf é reeleito para a presidência do Ibravag

Entidade confirma rumos para 2021/2023 com novidades como a parceria com o Sebrae e a preparação de uma nova plataforma EAD

Publicado em: 12/07/21, 
às 13:45
, por IBRAVAG

COMPARTILHE:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Pinterest
Mossmann Assessoria e Consultoria Aeroagrícola

Assembleia do Instituto da Aviação Agrícola do Brasil confirmou, na última quarta-feira (9), o empresário aeroagrícola Júlio Augusto Kämpf por mais dois anos à frete da entidade. A eleição foi por aclamação de chapa única, tendo como vice- o também empresário Thiago Magalhães Silva (confia a nominata completa no final do texto). As principais novidades ficaram por conta da entrada na diretoria do produtor rural Fernando Fritzen e do diretor-executivo da Aprosoja Brasil Fabrício da Rosa – representantes, respectivamente, das Categorias Proprietário de Avião Agrícola e Entidades Apoiadoras do Setor. Segundo Kämpf, um sinal do fortalecimento da entidade junto a toda a cadeia ligada à aviação agrícola.

O Ibravag completou em maio (dia 22) três anos de atividades e inicia sua segunda gestão com novidades no forno. Uma delas deve ser lançada no próximo dia 19, na solenidade de abertura do Congresso da Aviação Agrícola do Brasil. Trata-se do programa Boas Práticas Aviação Agrícola (BPAA). Iniciativa que tem o Sebrae e o Instituto Brasileiro da Aviação Agrícola (Ibravag) em uma cooperação técnica para incremento na gestão e boas práticas operacionais das micro e pequenas empresas do setor aeroagrícola.  

O objetivo é abranger gestores, pilotos, técnicos agrônomos e outros profissionais do setor e o projeto deve resultar ainda em um novo selo de qualidade para o setor aeroagrícola. “Vamos trabalhar na área de administração, de sustentabilidade, de tecnologia, vai ser um projeto bastante grande”, adianta Kämpf. No caso da certificação, ela será atestada por meio de auditoria sobre a qualidade do serviço das operadoras aeroagrícolas e operadores privados (produtores que usam avião próprio na fazenda).

PLATAFORMA EAD

A lista de projeto tem ainda o desenvolvimento uma plataforma de Ensino à Distância (EAD), focada no aprimoramento de pilotos, técnicos agrícolas, agrônomos, gestores, profissionais do administrativo de empresas e fazendas. Kämpf explica que, enquanto o primeiro triênio do instituto foi dedicado a montar a infraestrutura capaz de atender às exigências do setor, daqui para frente o objetivo é a consolidação de projetos.

Focada em promover o conhecimento técnico e o desenvolvimento de pesquisas e inovações em boas práticas aeroagrícolas, o processo abrange ainda a ampliação da comunicação com a sociedade. “Nesse sentido, o primeiro passo foi com o lançamento da Revista AvAg, em agosto de 2018 e, no ano passado, o início da série Encontro Técnico”, destaca o presidente.

Lembrando que o próprio Congresso da Aviação Agrícola do Brasil, nascido dos encontros nacionais promovidos pelo Sindag desde os anos 90, foi repaginado em 2016 – quando o sindicato aeroagrícola assumiu integramente sua organização (que antes era terceirizada) e assumiu a atual denominação em 2018, quando o Ibravag se tornou também parceiro em sua organização.

Confira como ficou a diretoria do Ibravag para 2021/2023:

PRESIDENTE – Júlio Augusto Kampf – presidente (Empresário de Aviação Agrícola)

VICE-PRESIDENTE – Thiago Magalhães Silva (Empresário de Aviação Agrícola)

DIRETORES

Fernando Fritzen (Produtor Rural, Proprietário de Avião Agrícola)

Fabricio da Rosa (Diretor Executivo Aprosoja Brasil – Entidades Apoiadoras)

Gianni Bozetto (Empresário de Aviação Agrícola)

Alan Poulsen (Empresário de Aviação Agrícola)

Marcos Camargo (Empresário de Aviação Agrícola)

COMPARTILHE:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Pinterest
plugins premium WordPress

Este website utiliza cookies para fornecer a melhor experiência aos seus visitantes.