Foto editorial

Produtividade com responsabilidade

O Brasil vem consolidando a sua importância no cenário agrícola mundial como um de seus maiores produtores de grãos, aliando essa pujança no campo com responsabilidade ambiental. Há décadas o agronegócio brasileiro vem atingindo constantemente enormes ganhos de produtividade decorrentes, principalmente, das inovações tecnológicas aplicadas nas lavouras.

Publicado em: 14/03/20, 
às 15:30
, por IBRAVAG

COMPARTILHE:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Pinterest
drone solutions banner

O Brasil vem consolidando a sua importância no cenário agrícola mundial como um de seus maiores produtores de grãos, aliando essa pujança no campo com responsabilidade ambiental. Há décadas o agronegócio brasileiro vem atingindo constantemente enormes ganhos de produtividade decorrentes, principalmente, das inovações tecnológicas aplicadas nas lavouras.

Contribuindo com isso e na carona desses avanços, a aviação agrícola do Brasil apresenta crescimento constante não só em relação à quantidade de aeronaves, mas também no desenvolvimento de ferramentas que proporcionam maior eficiência na utilização de defensivos. O que, consequentemente, gera menor impacto ambiental – garantindo a sustentabilidade do agro.
Ao mesmo tempo, nossas tecnologias de aplicação são reconhecidas mundialmente e impulsionam o Brasil ao patamar de referência em inovação no setor. Temos padrões de controle e de conhecimento técnico tão elevados que nos permitem, por exemplo, analisar a quantidade de princípio ativo necessário por centímetro quadrado, minimizando ao máximo o risco de perdas. Sem falar em outras vantagens já conhecidas da aviação agrícola, como redução do amassamento nas lavouras, maior uniformidade na aplicação e menor investimento imobilizado.

Assim, o setor aeroagrícola se tornou um importante aliado na segurança econômica e sanitária das lavouras brasileiras. Mas para que o desenvolvimento sustentável seja alcançado é necessário a adoção das melhores práticas agrícolas, mais pesquisas e diálogo constante com comunidades tradicionais. Daí o papel do Instituto Brasileiro da Aviação Agrícola (Ibravag) em ampliar os estudos das tecnologias de aplicações em parceria com universidades e outras instituições e de realizar a transferência de conhecimentos para a sociedade.

Nesse cenário, o leitor desta sexta edição de nossa revista Aviação Agrícola terá uma visão clara de como o mercado aeroagrícola do Brasil cresce em importância no cenário mundial. Não só pela crescente percepção por parte dos produtores de que o trato aéreo comprovadamente se paga e traz segurança. Mas também porque a indústria aeronáutica internacional está percebendo esse cenário.

Júlio Augusto Kämpf
Presidente do Conselho de Administração do Ibravag

COMPARTILHE:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Pinterest
plugins premium WordPress

Este website utiliza cookies para fornecer a melhor experiência aos seus visitantes.