Michele Fanezzi

Ibravag nomeia Michele Fanezzi diretora operacional

Michele Fanezzi tem a missão de ampliar o BPA, levar tecnologia aeroagrícola para universidades e consolidar o Ibravag como referência em ensino técnico e superior para o setor

Publicado em: 21/12/22, 
às 10:37
, por IBRAVAG

COMPARTILHE:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Pinterest
agsur banner

Formada em Administração de Empresas pela Univille, em Santa Catarina, e mais de dez anos de experiência em projetos de ensino, com pós-graduações em Gestão de Polos Universitários e Gestão e Tutoria, Michele Rosane Fanezzi de Souza é a diretora operacional do Instituto Brasileiro da Aviação Agrícola (Ibravag). Sua missão é dar amplitude ao programa Boas Práticas Aeroagrícolas  (BPA) Brasil, desenvolvido pela entidade setorial em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com apoio do Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag).

Michele chega com a proposta de buscar novas parcerias para o BPA. Também está no escopo da sua função desmembrar os nove pilares do programa – Gestão empresarial, Governança e compliance, Foco no cliente, Processo, Pessoas, Tecnologia de Aplicação, Sustentabilidade, Segurança Operacional e Novas Tecnologias –, para então trabalhá-los dentro das universidades em um caminho de duas vias: levando a tecnologia aeroagrícola aos currículos das instituições de ensino e trazendo pesquisadores e profissionais da Educação para os programas de qualificação e melhoria contínua do Ibravag e do Sindag. 

A gestora assumiu em novembro e este final de ano está servindo para conhecer melhor os projetos do Ibravag, suas metas e caminhos para 2023. “Eu fui incumbida, pelo presidente Júlio Kämpf, de transformar o Ibravag em um centro de formação para o setor aeroagrícola”, destaca Michele. Trabalho que tem como meta inclusive o cadastro do Instituto junto ao Ministério da Educação (MEC), como instituição de ensino técnica e de graduação. “Claro que sempre visando à relação ou parceria com outras universidades”, assinala. “Entendemos que hoje o Ibravag tem esse papel, ao qual queremos dar a grandeza e visibilidade necessárias, como referência em formação de profissionais para o setor e o agro”, completa.

CURRÍCULO

A mais nova integrante do time do Instituto aeroagrícola tem mais de 10 anos de experiência em projeto de ensino. Sua trajetória profissional tem ainda mais de três anos de atuação como instrutora de treinamentos no Serviço Social da Indústria (Sesi) de Santa Catarina, além de cinco anos como orientadora de Gestão e Negócios no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) de Joinville/SC.  

“Já fui coordenadora de unidade de Educação, participei de processos junto ao MEC e atuei muito em sala de aula. Além de montar equipes de professores e trabalhar em Educação Continuada e Corporativa, dentro das instituições”, completa Michele. Lembra, aliás, que o desenvolvimento das pessoas dentro do sistema corporativo (que está no escopo do Ibravag e do próprio BPA) é justamente o foco de seu Mestrado.

COMPARTILHE:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Pinterest
plugins premium WordPress

Este website utiliza cookies para fornecer a melhor experiência aos seus visitantes.