Foto1 - motor

Competição de Mecânicos movimenta Congresso AvAg

Os responsáveis pela manutenção das aeronaves agrícolas ganham destaque na edição 2022 do Congresso AvAg. Durante os três dias do evento ocorrerá a 1ª Competição de Mecânicos de Aeronaves da Aviação Agrícola, nos moldes da World Skills Competition (WSC) e da Aerospace Maintenance Competition (AMC), com foco na busca das melhores práticas de manutenção, bem como em estimular a consciência situacional de mecânicos. O concurso é coordenado pela equipe da Escola de Aviação do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Santa Catarina (Senai/SC), em Palhoça, e conta com o apoio da CSA - Centro de Serviços Aeronáuticos, Sindag, Ibravag e Senai.

Publicado em: 13/07/22, 
às 17:25
, por IBRAVAG

COMPARTILHE:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Pinterest
DP Aviação

Os responsáveis pela manutenção das aeronaves agrícolas ganham destaque na edição 2022 do Congresso AvAg. Durante os três dias do evento ocorrerá a 1ª Competição de Mecânicos de Aeronaves da Aviação Agrícola, nos moldes da World Skills Competition (WSC) e da Aerospace Maintenance Competition (AMC), com foco na busca das melhores práticas de manutenção, bem como em estimular a consciência situacional de mecânicos. O concurso é coordenado pela equipe da Escola de Aviação do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Santa Catarina (Senai/SC), em Palhoça, e conta com o apoio da CSA – Centro de Serviços Aeronáuticos, Sindag, Ibravag e Senai.

O coordenador dos cursos de Manutenção de Aeronaves do Senai/SC Palhoça, professor mestre Thiago Carvalho, explica que as provas elaboradas para a etapa Manutenção de Aviões Agrícolas são realizadas por duplas de mecânicos com Certificado de Habilitação Técnica (CHT), emitido pela Agência Nacional da Aviação Civil (Anac), um dos integrantes da dupla pode ser auxiliar de manutenção. As provas práticas são adaptadas do mundial de mecânicos, promovido pela organização internacional World Skills. “São partes dos testes da competição internacional ajustados à aviação agrícola, com tempo máximo de duração de 15 e 20 minutos”, complementa o gestor.

ORGANIZAÇÃO: Professor Thiago Carvalho observa que provas são adaptadas do World Skills Competition

TEMPO DE PROVA

“Não tenho dúvida que todos os participantes conseguem executar a prova com um tempo maior, mas o desafio é, justamente, fazer a prova da melhor maneira possível no período dado”, sinaliza Thiago Carvalho. O limite por equipe é oito provas, todas já especificadas no projeto, onde consta o objetivo, ferramentas necessárias e o tempo de execução de cada tarefa. O participante encontrará nas bancadas os equipamentos necessários, como kit para reparo de cablagens (cabos), boroscópio – usado para avaliar a parte interna e de difícil acesso do motor –, entre outros.

Ainda a CSA, por questões logísticas, emprestará um motor PT6A, da marca Pratt-Whitney Canadá, usado nas aeronaves Air Tractor para as provas. As demais ferramentas são fornecidas pelo Senai/SC Palhoça. A equipe que obtiver o maior somatório de pontos será declarada campeã na cerimônia de encerramento do Congresso AvAg. Cada integrante da dupla vencedora terá direito a um treinamento na área de manutenção de aeronaves reconhecido pela Anac, em turma aberta a ser escolhida pelo Senai/SC.

Campeonato é uma forma de valorizar o profissional

“A Competição de Mecânicos, inédita no Congresso da Aviação Agrícola, é importante para valorizar a atividade desses profissionais que acaba muitas vezes passando despercebida dentro da operação.” A afirmação da coordenadora administrativa do Sindag, Marília Luíze Schüler, reforça a importância de dar visibilidade a esse segmento fundamental para a manutenção das aeronaves agrícolas e, consequentemente, para garantir a segurança operacional em campo. Além disso, o campeonato é uma oportunidade de networking, bem como desenvolver novos processos.

A premissa básica da Competição de Mecânicos é colocar em evidência as melhores práticas de manutenção. O coordenador dos cursos de Manutenção de Aeronaves do Senai Palhoça, professor mestre Thiago Carvalho, destaca que a competição amplia a consciência situacional destes profissionais. “O ganho é o aumento na segurança das operações. Um mecânico com a consciência situacional maior, tende a realizar um processo de manutenção melhor”, observa o professor.

Dois medalhistas do mundial foram treinados em Santa Catarina

INFRAESTRUTURA: vista da oficina da Escola de Aviação do Senai/SC

O coordenador dos cursos de Manutenção de Aeronaves do Senai/SC Palhoça, professor mestre Thiago Carvalho Carvalho, sabe bem o que está falando quando assinala os benefícios da competição para os participantes. Ele treinou dois ganhadores da Medalha de Excelência no World Skills Competition. Rafael de Borba recebeu a distinção no mundial realizado em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, em 2017, na categoria Manutenção de Aeronaves. Na Competição de Mecânicos de Avião Agrícola, ele participará da comissão julgadora. Em 2019, quem recebeu a distinção na mesma categoria foi Gabriel Hoffmann. As provas ocorreram em Kazan, a capital da República do Tartaristão, na Rússia.

A Escola de Aviação do Senai/SC em Palhoça vem se transformando em referência na área de treinamentos para manutenção tanto de aviões quanto de helicópteros, além dos motores que as equipam. Resultado da garantia de qualidade dos cursos técnicos em manutenção de aeronaves nas habilitações Aviônicos, Célula e Grupo Motopropulsor, todos homologados pela Anac. Inclusive tem conquistado clientes nacionais e internacionais, tanto na aviação civil quanto na aviação militar.

Entenda como funciona

PROVA 1 – Standard Practices – Airframe
Descrição: testará a habilidade dos competidores de realizar uma série de padrões de segurança utilizando arame de segurança.
Tempo de prova: 20 minutos

PROVA 2 – Avaliação do Dente em Chapa Metálica
Descrição: testará a habilidade dos competidores de realizar a medição dos danos de amassados em um painel de fuselagem usando métodos tradicionais. Os competidores serão avaliados quanto à capacidade de seguir as etapas prescritas no manual.
Tempo de prova: 15 minutos

PROVA 3 – Questionário de Fatores Humanos
Descrição: testará a habilidade dos competidores de responder questões de múltipla escolha relacionadas a fatores humanos. Os competidores serão avaliados a partir de questões de acordo com o Manual Geral do Técnico de Manutenção de Aviação da FAA.
Tempo de prova: 15 minutos

PROVA 4 – Tap Test
Descrição: testará a habilidade dos competidores de realizar a inspeção de danos em um painel de fuselagem em compósito usando método de Tap Test.
Tempo de prova: 15 minutos para completar a fiação de segurança em duas seções.

PROVA 5 – Pesquisa de Pane em Circuito Elétrico
Descrição: testará a habilidade dos competidores de realizar a pesquisa de defeitos ou falhas em um circuito elétrico funcional.
Tempo de prova: 15 minutos

PROVA 6 – Inspeção Boroscópica
Descrição: testará a habilidade dos competidores de utilizar o equipamento boroscópio para realizar uma inspeção preliminar em equipamento da aeronave seguindo um Task Card.
Tempo de prova: 15 minutos para completar a fiação de segurança em duas seções.

PROVA 7 – Sistemas Elétricos de Aeronaves
Descrição: testará a habilidade dos competidores de realizar a pesquisa de defeitos ou falhas em um circuito elétrico funcional.
Tempo de prova: 15 minutos

PROVA 8 – Blade Inspection
Descrição: testará a habilidade dos competidores de realizar a pesquisa de defeitos ou falhas em uma pá da hélice.
Tempo de prova: 15 minutos

COMPARTILHE:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Pinterest
plugins premium WordPress

Este website utiliza cookies para fornecer a melhor experiência aos seus visitantes.