foto 1 (1)_menor

Agricultura lança plataforma de relatórios digitais para operações

Medida esperada pelo setor possibilitará a geração de estatísticas precisas e abrangentes da atuação da aviação agrícola no País

Publicado em: 14/09/21, 
às 15:33
, por IBRAVAG

COMPARTILHE:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Pinterest
Blue 3 banner

Uma live promovida pelo Sindag no dia 16 de junho, com a participação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), marcou o lançamento do módulo para a aviação agrícola no Sistema Integrado de Produtos e Estabelecimentos Agropecuários (Sipeagro) do órgão. Com isso, os operadores do setor passaram, enfim, a contar com um sistema digital para o envio dos relatórios das operações em campo. A live teve a participação da chefe da Divisão de Aviação Agrícola (DAA) do Mapa, Uéllen Lisoski Duarte Colatto, e do agrônomo Lucas Fernandes de Souza, da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) do órgão. Eles apresentaram o funcionamento da ferramenta, suas funcionalidades e, principalmente, como alimentar o banco de dados.

A medida deve acabar com uma longa espera por estatísticas abrangentes e precisas sobre a atuação do setor aeroagrícola no País. Desde os anos 1980, a aviação é a única ferramenta para o trato de lavouras que faz esses relatórios para o Mapa. Só que, até então, seu envio para o órgão vinha, na prática, apenas alimentando um arquivo com informações nunca processadas.

“Mais do que aperfeiçoar o controle e a transparência da aviação agrícola, a ferramenta será importante também para a gestão e construção de políticas para o setor. Seremos mais assertivos na melhoria contínua e as pessoas perceberão melhor a segurança e o papel da aviação”, destaca o diretor-executivo do Sindag, Gabriel Colle.

ARQUIVO MORTO: enviados desde os anos 80 ao Mapa, os relatórios operacionais em papel nunca foram processados para gerar estatísticas
Foto: Castor Becker Júnior/C5 NewsPress

A plataforma vinha sendo testada desde fevereiro. Conforme Uéllen Colatto, o desafio inicial foi adaptar novas funcionalidades, como a emissão e assinatura eletrônica de certificados. A chefe do DAA adianta que a ferramenta ainda deve ganhar outras funcionalidades. “Mas já foi um grande avanço até aqui, com um sistema que fornecerá uma base de dados mais robusta e confiável”, completa.

COMPARTILHE:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Pinterest
plugins premium WordPress

Este website utiliza cookies para fornecer a melhor experiência aos seus visitantes.